Abertura do Festival da Truta aconteceu na noite do dia 29 de outubro

O tradicional Festival da Truta de Nova Friburgo foi lançado oficialmente em um coquetel na Sociedade Esportiva Friburguense (SEF) na noite desta segunda-feira (29). O evento começa a partir desta quinta-feira (1º).

Durante todo o mês de novembro, moradores e turistas poderão saborear pratos feitos especialmente para o evento. Nesta edição, 60 restaurantes, padarias, hoteis e pousadas vão participar e concorrer ao melhor prato do festival.

Um grupo de jurados visitará os estabelecimentos participantes e fará a degustação dos pratos. O resultado será divulgado ao final do festival.

Segundo Edson Almeida Biá, presidente do Convention & Visitors Bureau e organizador do festival através da Teia de Eventos, o objetivo é elevar a gastronomia da cidade.

“O festival este ano teve uma maior adesão e a nossa ideia é mostrar que restaurantes, hoteis e pousadas não vivem só de fim de semana. Estamos criando a Rota da Truta e os participantes poderão passar por cervejarias, produção de morangos, trutários e restaurantes da cidade”, afirmou Biá.

Rafael Zibellie Neto, um dos jurados que avaliará os pratos do festival, destacou a qualidade da truta da região.

“Façam da truta um prato da cidade. A truta das águas de Nova Friburgo é muito mais saborosa. Somos a cidade da truta”, frisou.

Já Evandro Pinto, truticultor e proprietário de um restaurante especializado em trutas, participou do lançamento do evento e relembrou o surgimento da criação do peixe na cidade.

“É motivo de muita alegria participar desse festival, pois é com muito orgulho que eu falo em nome dos produtores de truta, uma atividade que começou na década de 50 na cidade e foi evoluindo ao longo dos anos”, explicou.

Marcelo Britto, representante da Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro (Fiperj), também destacou a tradição do evento.

“É importante destacar que Nova Friburgo está caminhando para mais de 20 festivais de truta. No Brasil, são poucas cidades que têm essa quantidade de festival. A Fiperj se coloca à disposição para aumentar a cadeia produtiva do setor”, comentou.

O prefeito Renato Bravo prestigiou o evento de abertura e falou sobre a importância da gastronomia e da truta para o município. “Me lembro do primeiro Festival da Truta, em que colocaram tanques de  truta   na Praça Dermeval Barbosa Moreira. E hoje é um momento de muita felicidade ver o evento evoluindo”, disse.

Participaram do evento de lançamento nesta segunda, o prefeito Renato Bravo, o vice Marcelo Braune, os secretários de Turismo, Esporte e a chefe de Cerimonial do município. Também estiveram presentes o representante do Sebrae, José Octávio Knaack, equipe da Frionline, Águas de Nova Friburgo e Senac.

A imprensa também esteve presente: Adriana Ventura (A Voz da Serra), Rádio Friburgo AM, Ely Borges, David Massena, TVC, Inter TV, Alvorada Sertaneja (Sérgio Ferraz), Ísis Rezende (Achadíssimos), TV do Povo (Marcos Medeiros) e TV Zoom.

O evento conta com parceiros, como por exemplo, Carlos Mafort (Fotografia Gastronômica), Cervejaria Barão, Exposição (Restaurante Terra Vermelha), Marcelo Braune (músico e representando os artistas de Nova Friburgo), curadores gastronômicos, SEF, diretoria do Convention, produtores de trutas, Emater, Acianf e Country Clube

Sobre o evento e a truticultura na cidade

O Festival da Truta tem mais de 20 edições e, este ano, reúne 50 estabelecimentos, oferecendo pratos e delícias feitas com o peixe. A expectativa é atrair mais de 18 mil pessoas, superando os números de 2017.

Cerca de 5 mil quilos do peixe devem ser comercializados em diferentes tipos de preparo ao longo do mês de novembro. No ano passado, foram vendidos aproximadamente três mil pratos.

Os restaurantes ficam no Centro, Lumiar, São Pedro da Serra, Amparo, Salinas, Cônego, Mury e Braunes.

Nova Friburgo é o município com maior produção de trutas do Estado, com 36 toneladas do peixe por ano, segundo a Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro (Fiperj).

Ao todo, são 18 produtores de truta cadastrados na Fiperj, sendo oito com produção em escala comercial. O peixe criado nas águas da região é vendido, principalmente, em Friburgo, Teresópolis, Petrópolis e municípios do Rio de Janeiro.

A maior concentração de produção de truta está concentrada em Lumiar, na localidade de Macaé de Cima, além de Salinas e Três Picos.

Ainda de acordo com a Fiperj, Nova Friburgo apresenta boas condições zootécnicas para a criação de trutas, como por exemplo, temperatura adequada de água, fornecimento abundante do recurso hídrico, características geográficas de montanhas e boas características físico-química da água.

Mais informações e as receitas dos pratos participantes estão disponíveis do site www.festivaldatruta.com.br.