Banco do Brasil apresenta Plano Safra 2018/2019 na sede da Associação Comercial de Nova Friburgo

Na terça-feira, 17 de julho, a Associação Comercial Industrial e Agrícola de Nova Friburgo recebeu o Banco do Brasil para a apresentação do Plano Safra 2018/2019.

Na abertura do evento, o presidente da Acianf, Júlio Cordeiro, relembrou da greve dos caminhoneiros para enfatizar o potencial que Nova Friburgo tem na área agrícola. “Durante a greve, o Ceasa e os supermercados do Rio de Janeiro estava desabastecidos, e com o apoio do Exército e da Polícia Militar, foram reunidos 400 caminhões em Nova Friburgo para reabastecer os locais”. Segundo Júlio, a iniciativa dessa parceria com o Banco do Brasil tem como objetivo principal fortalecer o agronegócio da região auxiliando o agricultor em sua produção, escoamento e capacitação técnica.

Segundo o Superintendente Regional do Banco do Brasil, Henrique Freire Dantas, ”há uma perspectiva muito ambiciosa para essa safra 18/19 e por isso, trouxemos as novas condições do agronegócio para apresentar. A nossa proposta é mudar definitivamente o patamar do agronegócio no Rio de Janeiro, divulgar mais nossos produtos e linhas de crédito. Dessa forma, acreditamos que conseguiremos identificar cada vez mais potencialidades e negócios do setor e mais formas de chegar ao produtor”.

Ainda na abertura, o Superintendente Estadual do Banco do Brasil, Cláudio Gomes, parabenizou o presidente da Acianf pelo centenário e pela importância da entidade para o desenvolvimento do munícipio e agradeceu por acolher o Banco do Brasil. “Sou filho de produtor e sei a importância que o crédito rural proporciona na vida das pessoas. Nosso Estado tem um potencial agrícola muito forte e o Banco do Brasil acredita nisso. Uma das parcerias que fechamos para facilitar a vida do agricultor foi cadastrar a Emater como correspondente bancário, o que permitirá o acolhimento de uma proposta pelo órgão. O agricultor só precisará ir ao banco na hora de receber seu crédito”.

Em seu discurso, o prefeito Renato Bravo falou sobre como as Associações Comerciais são importantes nas histórias de cidades e municípios do Brasil; já que acontecem reuniões decisivas que mexem na economia da cidade, movimentando setores e gerando emprego e renda. Ressaltou, ainda, como Júlio Cordeiro é um empresário dedicado à cidade e preocupado com o social. “Me orgulho muito de ter você e sua diretoria como parceiro de Nova Friburgo, trazendo iniciativas como essa para o crescimento e desenvolvimento da cidade. Temos que ter em mente que o produtor rural é essencial em nossa economia. Nós temos hoje, 19 associações de agricultores ativas, 32 no total. Somos os maiores produtores de morango do Estado e de flor da América Latina e estamos despontando cada vez mais na produção do lúpulo. A agricultura é o setor mais forte de Nova Friburgo e o Banco do Brasil é o banco do produtor”

Além de explicar as normas e procedimentos das linhas de crédito, o evento também apresentou números do agronegócio no estado do Rio de Janeiro, parâmetros técnicos a serem utilizados em projetos agropecuários, e outros dados importantes para os empresários do ramo.

No evento, estavam presentes autoridades e representantes do agronegócio, como: o Prefeito Renato Bravo; o Secretário de Agricultura, Miguel Schuenck; o Vice Presidente de Agronegócios da Acianf e Supervisor Regional Serrano do Emater-Rio, Alexandre Jacintho Teixeira; o Superintendente Regional do Banco do Brasil, Henrique Dantas; o Secretário de Fazenda, Sérvio Lago; o Vice Presidente de Administração da Acianf, Juvenal Condack; o Presidente do Sindicato Rural de Nova Friburgo, Percio Portz; o Presidente da Associação de Engenheiros Agrônomos do Rio de Janeiro, Leonel Rocha Lima; entre outros.

_DSC0144

_DSC0151

_DSC0152

_DSC0153

_DSC0160

_DSC0161

_DSC0162

_DSC0164

_DSC0182

_DSC0187

_DSC0188

_DSC0195

_DSC0205